Da janela, o inverno

A pedra e a floresta guardam o canto do amor

No inverno,

o desejo, que atrai terra e raiz,

o gérmen da vida,

emerge

do subterrâneo, profundo, mistério

e mostra sua aura,

luz, inominável, impalpável,

brilho incandescente

que reveste, envolve, enternece

é o amor-luz

Raios visíveis do sol

no céu azul oceano

entranham-se na pedra e na terra úmidas

ardor desejante reflete no céu cores quentes, vermelho e rosa,

por que as nuvens frias se formam das cores quentes?

ebulição interna do corpo terrestre e da alma humana

alquimia sensual

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s