Mergulho

tanta espera

e chegou o dia mais lindo,

manhã de céu azul,

cristalino, horizonte livre

a luz do sol doura as águas e extrai do fundo suas cores,

aura da criação, deslumbramento,

constelação no mar,

fusão interestelar que abre passagem

lembra a poeira das estrelas

na intensidade profunda e úmida das cores,

no céu, na água, nas árvores

azul e verde,

da camisa xadrez,

lua cheia, de colheitas

transborda de saudade, de amor, de gratidão,

é o coração que me trouxe até aqui,

reminiscência do clarão da origem

corpo paradoxalmente contido, em ebulição interna,

ainda imóvel, espera

que se dissipem os medos,

até que a tradição se quebra

já não pode mais suportar

prestes a explodir,

a música subitamente toca e lembra os dias de festa

os pés se entregam ao coração

e vão

puro desejo,

memória de infância,

coração de criança,

sonho, vida,

gratidão,

liberdade, amor

volúpia